quinta-feira, 20 de junho de 2013

Maratona de Nova Iorque 2013

Esperei sete anos para alcançar este objectivo,  agora tornou-se realidade, a participação na rainha das maratonas, Nova Iorque 2013. 

Correr não apenas em Nova Iorque, mas pelo mundo, é um estilo de turismo que me têm conquistado, aos poucos e poucos.
Para o comum dos mortais  seria bem melhor ir para uma praia paradisíaca e passar lá uns bons dias estendido ao sol. Admito que adoro, mas correr a maratona é diferente, ainda mais  na melhor maratona do mundo, integrada na World Marathon Majors.


Mas antes de correr, revejo  Nova Iorque como uma cidade magica, multi cultural onde pulsa o dinamismo e o fascínio. Para juntar a esta panóplia de motivos de visita, recordo desde pequeno as dezenas ou centenas de filmes que eram rodados em NY  e que destacavam os  edifícios emblemáticos, monumentos, praças, parques, teatros, museus e avenidas.  Todas essas imagens ficaram na memoria, sabendo que um dia visitaria a capital do mundo.

Voltando à corrida, nunca fui grande atleta, os resultados que obtive até agora foi fruto do treino e do pouco tempo que tenho para o faze-lo. No meu imaginário, a maratona de Nova Iorque  representava algo de inatingível. Contudo, em 1999  assisti em directo à   transmissão  da maratona de Nova Iorque, onde um grande atleta, Domingos Castro, conseguiu o excelente 2.º lugar.  Recordo ainda, que nesse mesmo dia, pensei como seria admirável correr pelas grandiosas avenidas da cidade de Nova Iorque.

Inconscientemente fui alimentando essa meta, fui percorrendo kms e kms, ano após ano. Até que em 2007 com determinação e coragem terminei a minha primeira maratona em Lisboa. Percebi que o objectivo aproximava-se paulatinamente!


 
 
 
 
 
 
 
 
Os comentários são sujeitos a validação, todos os comentários anónimos ou não que sejam difamatórios, injuriosos e atentatórios da boa imagem dos visados não serão publicados.