quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Maratona Nova Iorque 2013

Terminei a minha 12.º maratona, consegui atingir o meu objectivo que perseguia algum tempo. Correr em Nova Iorque foi mágico, fantástico. Correr naquelas imponentes avenidas, ouvir aquela imensa assistência a puxar pelos atletas é extraordinário, fantástico e maravilhoso. Nos momentos de maior sofrimento ouvir os incentivos do publico era como um elixir para superar e continuar em frente até à meta. Admito que houve certos  momentos que só apetecia desistir, mas isso era uma afronta aquele maravilhoso publico.  E lá continuei com determinação em direcção á meta. 

Falando da prova, estava à espera de obter melhor marca, pelas indicações que tinha dos treinos. O percurso da maratona é exigente, juntando o tempo frio e vento, foram fatores que não ajudaram a melhorar a minha marca. Mas isso é o que menos importa, terminei feliz e encantado com todo aquele ambiente envolvente da prova. Ainda depois de cruzar a meta e a caminho do hotel, que era perto do Central Park, as pessoas anónimas  felicitavam nos pelo feito, que publico formidável!

Agradeço ao Ernesto Ferreira do GFD, que me curou de  uma lesão sofrida devido a um atropelamento que foi vitima no dia 8 de Setembro, na vila de Sintra. Os meus agradecimentos a todos que me dirigiram comentários de incentivo e de parabéns por ter terminado esta maratona. Fica também o agradecimento à HMS SPORTTRAVEL pela excelente organização e à equipa que nos acompanhou.
Muito obrigado amigos, fico eternamente agradecido por tudo.

Terminei na 68.º posição da geral com 2h37m52s, sendo o primeiro turista ;) português a cruzar a meta!








quinta-feira, 20 de junho de 2013

Maratona de Nova Iorque 2013

Esperei sete anos para alcançar este objectivo,  agora tornou-se realidade, a participação na rainha das maratonas, Nova Iorque 2013. 

Correr não apenas em Nova Iorque, mas pelo mundo, é um estilo de turismo que me têm conquistado, aos poucos e poucos.
Para o comum dos mortais  seria bem melhor ir para uma praia paradisíaca e passar lá uns bons dias estendido ao sol. Admito que adoro, mas correr a maratona é diferente, ainda mais  na melhor maratona do mundo, integrada na World Marathon Majors.


Mas antes de correr, revejo  Nova Iorque como uma cidade magica, multi cultural onde pulsa o dinamismo e o fascínio. Para juntar a esta panóplia de motivos de visita, recordo desde pequeno as dezenas ou centenas de filmes que eram rodados em NY  e que destacavam os  edifícios emblemáticos, monumentos, praças, parques, teatros, museus e avenidas.  Todas essas imagens ficaram na memoria, sabendo que um dia visitaria a capital do mundo.

Voltando à corrida, nunca fui grande atleta, os resultados que obtive até agora foi fruto do treino e do pouco tempo que tenho para o faze-lo. No meu imaginário, a maratona de Nova Iorque  representava algo de inatingível. Contudo, em 1999  assisti em directo à   transmissão  da maratona de Nova Iorque, onde um grande atleta, Domingos Castro, conseguiu o excelente 2.º lugar.  Recordo ainda, que nesse mesmo dia, pensei como seria admirável correr pelas grandiosas avenidas da cidade de Nova Iorque.

Inconscientemente fui alimentando essa meta, fui percorrendo kms e kms, ano após ano. Até que em 2007 com determinação e coragem terminei a minha primeira maratona em Lisboa. Percebi que o objectivo aproximava-se paulatinamente!


 
 
 
 
 
 
 
 

domingo, 28 de abril de 2013

Maratona de Madrid 2013

 
 
Madrid, temperatura de 2.ºC, grrrrr, vento e percurso de sobe e desce. Foi nestas condições que participei na maratona. Já sabia que o percurso era exigente, mas  não contava com tanto frio e vento, nesta altura do ano.
Parti na linha da frente e segui o grupo da elite feminina, os primeiros 5km foram percorridos em 19 minutos, por sinal lento. Mas contamos com duas subidas exigentes.
Continuando em  grupo, começamos aumentar o ritmo, para 3'35''/km. Passei à meia maratona com 1h15m, tempo que tinha previsto.
 
Aos 26 km  o grupo dava sinais de quebra de ritmo, fui para a frente do grupo para não quebrar, contudo sabia que o pior estava para vir.
Aos 27 km, sai do grupo e isolei-me, estava a sentir bem e lá segui com determinação. Cerca dos 31km, à minha frente  reparo que segue  um grupo de  6 atletas. Começo a  ganhar terreno em relação ao grupo. Perante isto  acreditei  que era possível recuperar a distancia.  Aos 34km junto-me ao grupo, finalmente!!!!!
 
 
Segui na retaguarda do grupo, poupando-me do esforço feito para alcança-los.  Aos 35km  descolam dois atletas, passados dois quilómetros, foi a minha vez, pois as subidas estavam a fazer o estrago nas pernas!!!!
E assim fui até à meta, sozinho, terminei com 2h33m55s, 16.º lugar da geral, na categoria em 2.º lugar.
 
Gostei da participação na  maratona de Madrid, mesmo com estas condições. Agora chega de maratonas, mas só até Novembro. :) 
 
Desde que iniciei as minhas participações em maratonas, tive sempre em mente  um grande objetivo, chegou a oportunidade,  será este ano, dia 3 de Novembro de 2013!

Depois do lazer vem o trabalho!!!!
 
 
 
 
 

segunda-feira, 25 de março de 2013

Ranking pessoal da Meia Maratona



Hoje comecei organizar os documentos  dos planos de treino/provas anuais. Assim  decidi organizar um ranking pessoal da Meia Maratona. Contabilizei 53 participações desde o ano 2000. Ano o qual  iniciei  a informatização  dos registos de treinos e provas. Ainda há mais, mas estão escritos à mão no caderno :).
 
Como record pessoal tenho 1h08m42s realizado na Meia Maratona de Lisboa. Como pior registo tenho 1h21m35 em São João das Lampas-Sintra. 
 


 

segunda-feira, 18 de março de 2013

Maratona de Badajoz 2013

 

 
Participei hoje na 21.º Maratona da cidade de Badajoz, foi uma boa prestação, aproximei-me da minha melhor marca. Sei que tinha feita uma razoável preparação para esta maratona. Embora neste período de preparação tenha participado no corta mato das Forças Armadas, em duas provas de estrada de 10km (Grândola e Mem Martins), nos 20km de Cascais e em dois duatlos (Amora e Arronches). Mesmo com estas provas todas realizadas,  estava mentalizado que podia fazer um bom resultado na maratona.
 
Após o tiro de partida iniciei a maratona com prudência, a um ritmo de 3'47''/km, ia num bom grupo de 5 companheiros maratonistas. Depois de passar a meia maratona com 1h15m, sentia-me muito confortável, ao chegar aos 25km decidi arriscar, e saí do grupo, tendo imposto um ritmo de 3'31''/km. 
 
Não tendo ninguém para me  acompanhar nesta fuga ia determinado e concentrado. Apenas olhava para o relógio controlando o andamento. As esperanças iam aumentando para o meu objectivo. Mas estava ciente que a tarefa não era fácil, mas ainda restava a esperança.
 
Ao passar no km 38, olhei para o relógio, mais uma vez, o andamento tinha reduzido e feitas as contas rapidamente vi que o objectivo a que me propôs estava mais longe. No km 40, com 2h23m, foi a confirmação de que já estava completamente afastado o objectivo.Terminei com 2h32m38s, 5.º lugar absoluto e 1.º lugar no Escalão.
 
Sabendo que os últimos 17 km foram feitos sem qualquer companhia, fico satisfeito por esta prestação e com vontade de continuar a treinar para a próxima maratona, com data  marcada.
 
Agradeço a todos aqueles que me apoiaram e pelos comentários deixados. 
 
 
 




 

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Duatlo de Amora 2013

 
 
 
 
 
 
Hoje fiz o primeiro Duatlo de 2013, ( 5km-16'11''+20km-33'30''+2km-6'52'', Total=56'35''). Sucintamente a história da prova, baseia-se no seguinte; queda no 1.º  segmento de corrida. O  segmento do ciclismo foi muito sofrível, primeira volta não consegui ir com os primeiros grupos de ciclistas. Só na segunda volta encontrei o meu andamento colando ao 4.º grupo. A transição para a ultima corrida podia ter sido mais rápida. Agradou me a minha participação, embora tenha muito trabalhinho pela frente na bicicleta :). Classificação, 50.º Geral e 6.º no escalão.
Comparativamente ao meu primeiro duatlo, em setembro de 2012 em Almeirim, melhorei dois minutos.
Parabéns a todos os atletas do IPA/OSC, pela excelente prestação Joao Laranjeira, Pedro Pinheiro, Dino Pedras, Tiago Miguel, Nuno Romao, Joaquim Figueiras Figueiras, Endurance Plus, Helder Ribeiro, Miguel Menezes, Flávio Cordeiro e Fernando Gomes em Amora.
 
 
 
 

 

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Balanço de 2012

 
 
Em jeito de balanço, o ano de 2012 foi atípico. Nos primeiros meses do ano as lesões impediram-me de  treinar convenientemente. Só no inicio de Abril é que comecei a ter regularidade no treino, dia após dia fui treinando ganhando alguma capacidade física. Foi penoso e ainda tive de contar com 7 quilos que ganhei como prémio da paragem :).
 
Mesmo assim, no último semestre de 2012 ainda fiz triatlos, duatlos, trails, meias maratonas e maratonas. Como atleta amador e principiante nos triatlos/duatlos ainda há muito para melhorar, principalmente a natação. Claro que a  evolução será dentro dos meus limites físicos e dos objectivos a  que me propuser. Espero que 2013 traga algumas novidades, principalmente a minha vontade de participar em triatlos longos e  quem sabe com alguma ousadia minha, a participação num Ironman.
 
Relativamente ao  atletismo em representação do GDR Reboleira/GFD,  espero brevemente regressar a minha forma física. Se possível  tentar aproximar-me da minha melhor marca na maratona.  Os anos passam e a frescura física já não é a mesma!!!
 
Para 2013, já  estou inscrito em  duas maratonas e um trail. Quanto aos triatlos, serão encaixados no calendário do atletismo e dentro da minha disponibilidade pessoal e familiar. E como  a vida não é só desporto, há outras coisas mais importantes para concretizar em 2013!!!.
 
Provas do ano de 2012:
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Os comentários são sujeitos a validação, todos os comentários anónimos ou não que sejam difamatórios, injuriosos e atentatórios da boa imagem dos visados não serão publicados.